COMO A ALIMENTAÇÃO PODE AJUDAR VOCÊ CASAL A ENGRAVIDAR?

COMO A ALIMENTAÇÃO PODE AJUDAR VOCÊ CASAL A ENGRAVIDAR?

Nutrição
Luciana Bertinetti
Nutrição
CRN2 15916
Infertilidade:
É uma doença definida pela falha em conseguir engravidar após 1 ano ou mais de relações sexuais desprotegidas. A infertilidade vem crescendo e já é considerada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) um problema de saúde pública, estima-se que atinja 1 em cada 7 casais em idade reprodutiva. Homens e mulheres contribuem igualmente para infertilidade do casal.

Causas de infertilidade:
→ Na mulher é idade avançada, sobrepeso e obesidade, deficiências nutricionais, baixa reserva ovariana, doenças tireoidianas, síndrome dos ovários policísticos, endometriose, miomas e pólipos, hiperprolactinemia, trombofilias, causas genéticas e também infertilidade sem causa aparente. 
→ No homem as causas são varicocele, sobrepeso e obesidade, deficiências nutricionais, excesso de atividade física, desreguladores endócrinos, infecções genitais, hipotireoidismo, diabetes, disfunções espermáticas, hipogonadismo gonadotrófico, uso de alguns medicamentos, obstrução no canal deferente, disfunção sexual, ejaculação retrógrada, além de 25% das causas serem desconhecidas. 

Fatores ambientais e de estilo de vida que influenciam a fertilidade do casal:
• Alterações corporais
• Ingestão de bebidas alcóolicas
• Uso de aditivos alimentares
• Radiação
• Exposição a toxinas ambientais
• Estresse
• Tabagismo

No homem esses fatores aumentam a taxa de anormalidade e diminui a contagem e motilidade dos espermatozoides. Na mulher, diminui taxa de implantação, função e viabilidade oocitária, também diminui a fertilização e aumenta as chances de aborto.
A alimentação do casal tem papel importantíssimo na fertilidade alguns nutrientes devem ser introduzidos na rotina alimentar. Além disso para o sucesso da fertilidade do casal é necessário que ambos possuam uma condição física ideal, mantendo uma quantidade de gordura corporal adequada.
Alguns nutrientes que ajudam o casal a engravidar:
PARA AS MULHERES ↓
Coenzima Q10: auxilia na produção de energia pelas células, aumenta as chances de implantação, além de formar embriões melhores. 
Ômega 3: melhora funcionamento do ovário, a qualidade dos óvulos e aumenta reserva ovariana.
Selênio: antioxidante que melhora a saúde das células e auxilia no processo de fecundação.
Vitamina D: importante para modulação dos hormônios sexuais e redução da inflamação.
Vitamina E: aumenta espessura do endométrio, viabilizando implantação e sucesso da gestação.
Zinco: modula os hormônios sexuais femininos.

PARA OS HOMENS ↓
Ácido fólico: aumenta significativamente a concentração de espermatozoide e a taxa de gravidez.
Coenzima Q10: aumenta a contagem de espermatozoides e participa da formação de energia para batimento do flagelo e deslocamento do espermatozoide.
Licopeno, betacaroteno e criptoxantina: antioxidantes capazes de melhorar a qualidade dos espermatozoides.
Vitamina C: tem efeito na motilidade do espermatozoide, na fragmentação do DNA, além de combater os radicais livres.
Vitamina E: reduz processo oxidativo nos espermatozoides, melhorando sua concentração e motilidade.
Zinco: aumenta a quantidade de espermatozoides e melhora sua motilidade.

É importante manter uma alimentação orgânica, pois os agrotóxicos são quelantes de alguns nutrientes impedindo sua absorção, além de terem papel tanto no homem como na mulher na fragmentação do DNA. 

O sono é muito importante para fertilidade, 
pratique a higiene do sono!

Evite se estressar!

Ahh e mulheres nada de chá de hibisco!