ALIMENTAÇÃO DO IDOSO!

ALIMENTAÇÃO DO IDOSO!

Enfermagem
GIORNI FELICI
Enfermagem
Coren 326.824
Sabemos que as mudanças de hábitos e adoção de novas atitudes podem aumentar, consideravelmente, não apenas a longevidade, mas a qualidade de vida das pessoas idosas. O surgimento de comorbidades, acometem uma grande parcela dos idosos, no entanto, uma alimentação adequada é uma excelente alternativa de prevenção a patologias no idoso!

A nutrição equilibrada envolve a oferta de alimentos in natura, ricos em fibras.

O consumo de água, associada a uma alimentação colorida, irá trazer o aporte de vitaminas, minerais e fibras de que os idosos necessitam.

Os muitos cuidados diários com a saúde contribuem para um ritmo favorável de envelhecimento que está relacionado a ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL.

A alimentação da pessoa idosa segue, de maneira geral, os mesmos princípios de dieta saudável recomendada a todas as pessoas adultas. No entanto, é importante redobrar os cuidados quanto à quantidade e qualidade, devido à diminuição do metabolismo e à diminuição da atividade física. 

Assim, alguns importantes passos podem servir de orientação de como manter uma alimentação saudável e nutritiva para o Idoso:

• Fracionar mais vezes a alimentação durante o dia favorecendo um aporte energético;

• Estabeleça horários rotineiros para as refeições;

• Comer devagar, mastigando bem os alimentos, isso contribui para a sensação de saciedade, facilita a digestão e aumenta o aproveitamento dos nutrientes;

• Aprecie a refeição, sentando-se confortavelmente à mesa;

• As restrições dietéticas, decorrentes de doenças específicas, como hipertensão, diabetes e outras patologias, devem ser respeitadas, o que não significa que a alimentação não possa ser saborosa.

A alimentação pode ser dividida em grupos alimentares:

Grupo dos cereais: arroz, milho, trigo, pães, massas, batata, mandioca, cará e inhame (são importantes fontes de energia), fornecem nutrientes importantes para o bom funcionamento do organismo do idoso.

Frutas, legumes e verduras são ricos em vitaminas, sais minerais e fibras as mesmas quando ingeridas evitam a prisão de ventre e contribuem para proteger a saúde e diminuir o risco de várias doenças geriátricas.

Esses alimentos podem ser consumidos em diferentes preparações ao longo do dia: saladas, refogados, sopas, caldos, tortas, sucos, vitaminas, bolos, etc.

Varie a cor das frutas e legumes ao longo da semana e coma uma hortaliça verde diariamente, garantindo, assim, diferentes nutrientes.

Compre alimentos da época (safra) e esteja atento para a qualidade e o estado de conservação deles.

Leites, queijos e iogurtes são as principais fontes de cálcio na alimentação. O cálcio atua no fortalecimento dos dentes e ossos e é essencial na regulação dos batimentos cardíacos.

Alimentos de origem animal fornecem uma grande quantidade de ferro, elemento principal para a contribuição do estado imunológico do idoso variando de diversas formas, carnes em geral, ovo.

Quanto mais variada, colorida e saborosa, mais será preventivo para o envelhecimento saudável.